05 agosto 2007

O que é invisível aos olhos... é visível nos olhos...

De que é feita uma relação?

Uma relação é feita de muitas coisas, mas a minha dúvida é... o que faz algumas pessoas manterem uma relação quando o olho não brilha mais? Quando não existe mais empolgação quando se fala na pessoa que está ao lado?

Eu sempre tive pavor da rotina, mas não da rotina que constrói, e sim da rotina que acaba com o frio na barriga, com a alegria de estar ao lado de quem realmente gostamos, que nos faz feliz, que nos dá segurança, que nos faz rir de uma piada totalmente sem graça...

Acho que tudo na vida (assim como a vida) tem um tempo certo...
Saber respeitar esse tempo é que ‘são elas’...
Tentar continuar numa relação só por comodidade é covardia...
Eu prefiro e irei preferir sempre a liberdade... de escolher o que me faz feliz, de saber que o que não me faz bem eu não preciso trazer comigo, de ir aonde meu coração mandar sem medo de não encontrar o que procurava, de escolher entre ver meu olho brilhando ou me acostumar com a morte lenta dos que não tem coragem de esvaziar os bolsos pq acham que bolsos cheios valem muito... mesmo sabendo que os bolsos podem estar cheios de embalagens vazias de bala...

Eu sei que frio na barriga não dura pra sempre, mas o coração aquecido é algo que se tem somente enquanto o tempo de validade não passou... e se alguém não sabe a diferença entre ter um coração aquecido, e ter o coração somente guardado... bem, essa pessoa não vai lembrar o que é ter um olho brilhando... acho que o brilho nos olhos é a única maquiagem que efetivamente deixa uma pessoa bonita...

E quem disse que homens não precisam de maquiagem?? Se um homem tiver brilho nos olhos... aí sim ele não precisará de mais nada!

Especialmente escrito para a minha querida amiga dona do diário mais doido que alguém pode ter... quase um grilo falante... só não esqueça que um diário humano falha, mas não desta vez... desta vez não!

O que é invisível aos olhos... é visível nos olhos...

3 comentários:

Menina do Diário disse...

Brilho no Olhar....são poucas as pessoas que se arriscam à um amor assim...a querer sentir e vivenciar isto...

Eu sempre quis um amor que me surprendesse,que me tratasse feito princesa...não aquela que tem que ser bajulada a todo instante com as melhores coisas, mas aquela que quer ser protegida...e a proteção nem precisa ser a mais parruda,decidida ou bandoleira, basta um olhar de compreensão...

Assim como outros atos e atitudes que parecem simples e bobos como o prazer de dormir juntos abraçados, telefonar só para ouvir a voz do outro,de dar gargalhada quando fala junto,de ter a quem dedicar livros e músicas,de ser lembrado de repente no fim de semana, ter alguém para receber e fazer cafuné, um colo para chorar, uma mão para enxugar lágrimas,cuidar do outro e ser cuidado,enfim ter alguém para amar.Já dizia o poeta que "amar se aprende amando"...

Mas acho também que temos que ter coragem, ser autênticos e permitir vivenciar estes sentimentos.É arriscar, pagar para ver e correr atrás da felicidade.É doar e receber.É estar disponível para as surpresas que possam aparecer, é estar livre para trocar e crescer...

Mas claro que nada disso terá valor se não tiver "brilho no olhar", pois é ele que nos leva ter sentimentos, atos e atitudes de criança, princesa e adolescente....

ass: A Menina do Diário

Nuno Carvalho disse...

Humm... sempre que o olhar se prende e depreende... pendurado nas palavras, nos gestos e nos pequenos momentos que se esvaem... dizemos sem dizer...

Sabemos sem saber... porque bem no fundo temos as respostas que nos escapam... insistindo sempre em pescar em lagoas e mares e oceanos... sempre longe de nós...

Beijo

p.s. Homens e mulheres... sempre... sempre sem maquiagem... para se poder beber melhor os vincos, os traços... as imperfeições...

Nuno Carvalho disse...

A caminho de concertos e noites mal dormidas ao relento...

Vai ser muito divertido... :)

See you next week...

Beijos