18 janeiro 2010

Rascunho do que eu aprendi, do que preciso aprender 'y otras cositas mas'


Eu aprendi que mesmo eu achando que estou fazendo a coisa certa, corro o risco de errar, mas se eu não tentar nunca vou saber, e se eu não fizer nunca vou errar, mas se eu nunca errar, nunca vou aprender!

Aprendi que laços de sangue não passam de laços de sangue, e como todo o laço pode ser desfeito, e que o fato de ser de sangue não o torna especial, forte, verdadeiro...

Aprendi que não preciso de muita coisa pra ser feliz, basta que eu permaneça a meu favor que o resto fica por minha conta!

Aprendi que é impossível viver totalmente sozinha e alheia a tudo e a todos, mais dia menos dia eu vou precisar de alguém, e é bom que eu aprenda a pedir ajuda, mas é melhor ainda que as pessoas certas estejam do meu lado pra me ajudar, e que não custa estender a mão numa situação inversa!

Aprendi que o passado não se muda, não se tapa com a peneira, mas que também não precisamos carregá-lo nas costas a vida inteira!

Aprendi a muito custo que a liberdade não tem preço, cada um tem um conceito, e que não devemos abrir mão dela, custe o que custar!

Aprendi que criticar não é dom, não é qualidade e é sempre muito inconveniente, principalmente se a única coisa que se sabe fazer é ... criticar!

Aprendi que elogiar é saudável, é solidário, é bonito, é elegante, e se for sincero é sempre um presente, pra quem dá e pra quem recebe!

Aprendi que a opinião dos outros não é conceito!
Aprendi que se conselho fosse bom seria comercializado, mas boas palavras, ditas com carinho, duras ou não são sempre bem vindas!

Um comentário:

neteller online casino disse...

What words... super, excellent idea