19 agosto 2010

Ela eu amo, como quem ama um pedaço do coração... o pedaço mais bonito!

(19:48) Lika: http://coisascasoseetc.blogspot.com/

(19:49) Fernanda: teu blog?

(19:49) Lika: ahã

(19:50) Fernanda: vou gravar nos meus favoritos, pra poder ver com calma depois

(19:53) Fernanda: Bom amiga, SÓ o quem sou eu já me deu vontade de ler tudo

(19:56) Lika: isso, lê com calmaa

(19:56) Fernanda: sim

(19:57) Fernanda: vai ser como comer uma sobremesa maravilhosa

(19:57) Fernanda: bem devagar

(19:57) Lika: huahuahuauha

(19:57) Fernanda: hi

(19:57) Lika: como foi ontem?

(19:57) Fernanda: Padilha tá aí?

(19:57) Lika: foi em casa e já vorta

(19:57) Fernanda: foi ótimo

(19:57) Fernanda: vcs já casaram?

(19:57) Fernanda: vaca nem me convidou

(19:57) Lika: eu contratei ele

(19:57) Lika: contratar é melhor que casar

(19:58) Lika: hoje ele fez almoço pra mim

(19:58) Fernanda: ele não trabalha mais

(19:58) Lika: carne de panela e arroz e tudo com um tempero maravilhoso

(19:58) Fernanda: ????

(19:58) Lika: trabalha, mas faltou...

(19:58) Lika: mas foi a última vez

(19:58) Fernanda: ele faltou 3 dias?

(19:58) Lika: sim

(19:58) Fernanda: volta a trablhar na sexta

(19:59) Fernanda: q arriada

(19:59) Fernanda: huahuahuahau

(19:59) Lika: huahuahua

(19:59) Fernanda: só vcs

(19:59) Fernanda: quanto amor

(19:59) Fernanda: meu Deus do Céu

(19:59) Lika: huahuahua

(19:59) Lika: é tesão

(19:59) Lika: tu prefere sair amanhã ou sábado?

(19:59) Fernanda: ah sei lá

(20:00) Fernanda: eu prefiro nada

(20:00) Fernanda: sorry

(20:00) Lika: tu não vai sair?

(20:00) Fernanda: acho q tô entrando na tpm

(20:00) Fernanda: claro q vou

(20:00) Lika: xiiii

(20:00) Lika: então a gente decide e te carrega

(20:00) Lika: a força nem que seja

(20:01) Fernanda: sim

(20:01) Fernanda: por favor

(20:01) Fernanda: só não me matem

(20:01) Lika: podexá

(20:02) Fernanda: ah podem me matar tb, desde q não doa

(20:03) Fernanda: Matheus tá arrumando o bigode

(20:03) Fernanda: perguntei se ele tinha isso

(20:03) Fernanda: hauhauahuah

(20:05) Lika: huahuahuahua

(20:05) Lika: comprei um colchão pra vcs... na verdade peguei o colchão do antigo berço do Gabi

(20:05) Lika: huahauhauhauahuahau

(20:06) Fernanda: e cabe nós?

(20:06) Fernanda: hauhauhaua

(20:06) Fernanda: o Matheus q é pqno

(20:06) Lika: cabe... um em cima do outro

(20:06) Fernanda: huahuahaua

(20:06) Fernanda: ele vai gostar de saber

(20:07) Fernanda: ai amiga hoje eu tô meio q engasgada

(20:07) Lika: pq???

(20:07) Lika: me conta

(20:08) Fernanda: são tantas coisas...

(20:08) Fernanda: minha mãe teve aqui no findi

(20:08) Fernanda: foi péssimo

(20:08) Fernanda: só me xingou

(20:08) Fernanda: me deu nos dedos

(20:09) Fernanda: me disse pra eu não contar com ela pra nada

(20:09) Fernanda: aiiiiii

(20:09) Fernanda: sei lá

(20:09) Lika: mas pq? o que ela falou? coisas de mãe?

(20:09) Fernanda: tô num momento meio ruin

(20:09) Lika: mas tu sabe que ela fala isso da boca pra fora

(20:09) Lika: e tu sabe assim como eu que elas falam pra nos ferir pq é a forma de mostrar que se iimportam

(20:09) Lika: mas eu sei que isso dói

(20:10) Fernanda: eu só consigo me sentir mais culpada por toda essa minha situação

(20:10) Lika: mas ela nunca te deixaria na mão... mas eu sei o quanto é ruim termos que pedir ajuda

(20:11) Fernanda: não amiga, ela disse com todas as letras e se portou conforme disse

(20:11) Fernanda: eu tô meio q apavorada

(20:11) Fernanda: sei lá

(20:12) Fernanda: só queria q as coisas melhorassem

(20:12) Fernanda: só isso

(20:13) Lika: bom... mesmo que ela tenha dito sério, o que eu acho que não pq mãe é mãe e pq a tua é igual a minha, tu sabe que pode contar comigo... dinheiro a gente dá um jeito, emprego eu estou te devendo umas vagas, ombro eu tenho dois e muita boa vontade!

(20:14) Fernanda: adorei os ombros

(20:14) Lika: não te desespera pq tu tem amigos... eu estou aqui, não só pra festa, nunca que eu seria aquela amiga ausente quando tu precisar... que nunca precise, mas precisando eu sou muito útil mesmo... eu só sei ser amiga se for por inteiro

(20:15) Fernanda: brigado Lidi, me sinto bem quando tu fala assim

(20:16) Fernanda: mas eu não tenho muito jeito de alugar as pessoas

(20:16) Lika: mas não é alugar

(20:16) Lika: é uma apoiar a outra

(20:16) Fernanda: só tô te falando isso pq acho q vou explodir se não falar com alguém

(20:16) Lika: assim os problemas ficam mais solúveis

(20:16) Lika: pq eu sei que o desespero nos paralisa

(20:17) Fernanda: tava falando com Luciano aqui, e não consagui mais parar de chorar

(20:17) Fernanda: eu não tô conseguindo ver as coisas andarem

(20:17) Lika: quer vir pra cá? vamos chorar um pouco juntas

(20:18) Fernanda: não quero q o Matheus veja...

(20:19) Lika: não vou deixar pra depois... amanhã vou agilizar uns contatos... a merda é que sempre que aparece um emprego... aparece outros tantos melhores..então vamos botar as manguinhas de fora e trabalhar, eu tb vou procurar algo pra mim

(20:19) Fernanda: tb acho q o fato disso estar acontecendo está fazendo com q eu não consiga curtir afú estar com ele

(20:19) Fernanda: amiga eu não quero um puta emprego

(20:19) Lika: é que não sei qual tua expectativa de salário

(20:19) Fernanda: eu sei que é triste a gente se contentar com pouco

(20:19) Lika: e preciso saber

(20:20) Fernanda: mas eu sou realista e sei ser humilde quando a situação pede

(20:20) Fernanda: eu preciso me manter

(20:20) Lika: mas quanto é suficiente?

(20:20) Fernanda: eu tõ topando tudo

(20:20) Fernanda: 1.000,00

(20:20) Lika: ok

(20:20) Fernanda: pra me manter ao menos

(20:21) Fernanda: tipo pagar super, condomínio, luz, net,

(20:21) Fernanda: minha mãe até nisso me avacalhou tipo

(20:22) Fernanda: tu tinha um emprego de 2.500 e consegue te contentar com pouco, que medíocre tu é

(20:22) Lika: isso tem que entrar num ouvido e sair pelo outro

(20:22) Lika: pq não é se contentar... é se adequar até surgir um emprego que seja o TEU EMPREGO!

(20:23) Fernanda: eu tento pensar assim

(20:25) Lika: o Malásia não vem?

(20:25) Fernanda: acho q só mês q vem no final das contas

(20:26) Lika: que droga

(20:27) Fernanda: droga mesmo

(20:27) Fernanda: tenho tantas saudades desse puto

(20:27) Fernanda: mas não posso reclamar

(20:27) Fernanda: ele fala comigo todos os dias por horas

(20:27) Lika: que bom

(20:28) Fernanda: falamos mais morando longe do q quando estávamos aqui a disposição

(20:28) Lika: normal

(20:29) Lika: as vezes é assim mesmo...

(20:29) Lika: eu converso mais contigo pelo msn do que pessoalmente

(20:29) Lika: sobre essas coisas

(20:29) Fernanda: huahauhauah

(20:29) Fernanda: sim

(20:29) Fernanda: uma amigo meus já dizia

(20:29) Fernanda: conversar a gente conversa pelo msn

(20:29) Fernanda: vamos agir

(20:30) Lika: huahuahua

(20:30) Lika: boa essa

(20:30) Lika: digna de twitter

(20:31) Fernanda: sim

(20:31) Fernanda: adorei quando ouvi

(20:35) Fernanda: tô com um problema

(20:35) Lika: não sendo gonorréia...

(20:35) Fernanda: quer dizer não é um problema, pq ele não é um problema

(20:35) Lika: huahuahua... é que li hoje um anúncio de doenças e fiquei com nojo

(20:35) Fernanda: não amiga nada de doença venérea

(20:36) Lika: huahuahuahu

(20:36) Lika: fala

(20:36) Fernanda: eu tô adoreando o Matheus, só q ele quer ficar comigo o tempo todo

(20:36) Lika: mas isso é legal... não ficar o tempo todo, mas ele querer

(20:37) Fernanda: e eu tô num péssimo momento para estar com alguém, entende

(20:37) Lika: ele querer isso é legal... mas tenta dividir isso com ele

(20:37) Lika: vá que ele seja um puta amigo

(20:37) Fernanda: eu venho falando

(20:37) Lika: te dê conforto e tal

(20:37) Fernanda: mas não adianta

(20:37) Lika: é bom um ombro

(20:37) Fernanda: sim

(20:37) Fernanda: ele é um querido

(20:37) Fernanda: adoro estar com ele

(20:37) Fernanda: me trata muito bem

(20:37) Lika: eu resisti o que deu em relação ao Padilha... mas agora eu divido algumas coisas com ele

(20:38) Fernanda: ele tem falado coisas estranhas

(20:38) Lika: e é bom

(20:38) Lika: ter um colo

(20:38) Fernanda: entende....

(20:38) Lika: tipo o que?

(20:38) Fernanda: tipo te adoro

(20:38) Fernanda: muito

(20:38) Lika: que tri

(20:38) Lika: que triiiiiiiiiiiiiiiiiii

(20:38) Fernanda: quero estar contigo o tempo todo

(20:38) Fernanda: dormir juntos todos os dias

(20:39) Lika: Fê... se o Padilha tivesse dito isso no primeiro mês que a gente ficou eu estaria perdidamente apaixonada e entregue

(20:39) Lika: Gostar não gasta, sabia?

(20:39) Fernanda: eu sei

(20:39) Fernanda: mas eu tô num momento estranho da minha vida

(20:39) Fernanda: tenso

(20:39) Lika: e o amor não mata... temos que viver o que há pra viver, imagina depois tu arrependida pq não viveu pq achou tenso

(20:39) Lika: tenso é não ter alguém que diga isso

(20:39) Fernanda: tenho medo de uma hora falar alguma coisa q magoe ele

(20:39) Lika: mas eu entendo... pq sou arredia

(20:40) Fernanda: tem algumas coisas q não respondo

(20:40) Fernanda: ele fica ligado

(20:40) Fernanda: mas respeita

(20:40) Lika: ele é tri

(20:40) Lika: e é ligado

(20:40) Fernanda: ví ele agora na tarde tb

(20:40) Fernanda: ele é um lindo

(20:41) Lika: se eu soubesse que ele é entregue assim... pegaria ele e não o Padilha

(20:41) Lika: o Padilha é como eu... fechado pra caramba

(20:41) Fernanda: eu quero minha vida normal de volta só

(20:41) Lika:

(20:41) Fernanda: hauhauahuaha

(20:41) Lika: vida normal de que tipo? um trabalho, contas pagas? dinheiro no bolso?

(20:42) Lika: isso é o mais fácil de conseguir

(20:42) Fernanda: não amiga, se o Padilha fosse assim acho q tu não ia gostar

(20:42) Fernanda: sim

(20:42) Fernanda: isso é normal pra mim

(20:42) Lika: é que tu ainda não ta aberta pra seguir a tua vida profissional... parece que tu ta com medo

(20:42) Lika: parece que tu ta querendo te manter assim... pq levar uma vida normal é seguir em frente...

(20:43) Fernanda: eu tô com medo de tudo

(20:43) Fernanda: sei lá como as coisas vão ser

(20:43) Lika: e tem tanta coisa que tu ainda quer preservar, e não sabe que tudo fica no coração... eu acho que tu espera, snceramente, um colo do teu pai, e tu não imagina que ele faz isso o tempo todo, mesmo tu não precisando

(20:43) Lika: eeu falando isso.... comecei a chorar

(20:44) Fernanda: eu tô chorando o tempo todo q tô falando contigo

(20:45) Fernanda: mas eu tô precisando e acho q tô triste pq não tenho ele pra dividir essas coisas

(20:45) Lika: eu tenho um comportamento mental muito parecido com o teu, eu sei que seguir em frente parece deixar algo pra trás

(20:45) Lika: e tem mais TODO O TRAUMA das nossas mães passarem a vida inteira nos educando a base da crítica

(20:45) Fernanda: guria eu até agora não entendo pq as coisas foram seguir assim

(20:46) Fernanda: eu que sempre tive pânico de perder qualquer um deles

(20:46) Fernanda: tá muito difícil

(20:46) Fernanda: me arrancaram um pedaço

(20:46) Lika: eu sei... eu imagino, e sofro contigo... ainda to chorando

(20:47) Fernanda: e foi o pedaço maior e fundamental

(20:47) Fernanda: As vezes acho q as coisas não andam pq eu ando de mal com Deus

(20:47) Fernanda: ele me fez a pior coisa do mundo

(20:47) Lika: sabe o que eu faria, ou melhor, sabe o que a minha psico me mandaria fazer se eu fosse tu?... Dizer como tu te sente com essa perda pra tua mãe

(20:48) Fernanda: eu tava preparada pra perde ele com 80 e não com 60

(20:48) Fernanda: já falei, só q pra ela está sendo pior eu acho

(20:48) Lika: não sei se pra ela mudaria algo, mas tu iria mostrar o que tu sente

(20:48) Fernanda: eles eram dois em um

(20:49) Fernanda: agora ela tá sozinha

(20:49) Lika: mas sem críticas, sem briga, só dizer o quanto dói, e o quanto faz falta, e o quanto ela é importante pra tu seguir em frente, pq a filha é tu, e ela é a mãe, e se vcs não andarem juntas as duas perdem...

(20:50) Fernanda: a parte dela, eu ignorei total

(20:50) Fernanda: falei pra ela q eu não me importava com mais nada

(20:50) Fernanda: raiva de criança

(20:50) Fernanda: mas falei

(20:51) Fernanda: acho q ela anda bem chateada comigo

(20:51) Fernanda: e eu tenho culpa nisso

(20:51) Lika: não fala de coisas ruins, pra castigar, fala o que tu sente, sem criticar, mas dizer o que sente

(20:51) Fernanda: tenho sido bem mimada e idiota

(20:52) Fernanda: tenho xingado muito

(20:52) Fernanda: quero uma coisa e faço outra

(20:52) Lika: tipo... tu sabe como eu me sinto quando tu diz que eu faço tudo errado? tu tem noção do que isso reflete? se tua opinião não fosse importante, eu não sofreria...

(20:52) Lika: pq é o que eu tenho vontade de dizer pra minha

(20:52) Fernanda: eu amo ela, mas só tenho conseguido dizer q tanto faz ela existir ou não

(20:55) Lika: e tu já pensou como ela se sente tu falando isso?

(20:55) Lika: se não importasse ela não rebateria

(20:56) Lika: hoje eu fiquei sabendo que a minha mãe ontem indagou a Daia pra saber como eu estava, se estava bem, se estava usando drogas e tal...

(20:57) Lika: e ela falou assim:'ela acha que eu quero me meter mas eu fico preocupada, só quero saber se ela quer ajuda

(20:57) Lika: em outro tempo eu ficaria de cara

(20:57) Lika: mas fiquei feliz

(21:09) Lika: ta saindo?

(21:09) Lika: vem rapido

(21:09) Fernanda: tô falando comela

(21:21) Fernanda: acabei de falar

(21:21) Fernanda: tô indo praí

(21:21) Fernanda: beiju

(21:21) Lika: to te esperando

(21:22) Lika: com um abraço forte

(21:22) Fernanda: tá bem

Nenhum comentário: