27 abril 2011

Nem tudo é o que a gente pensa, nem tudo é como a gente quer que seja...


Eu demorei pra entender o que se passava entre a gente...
Demorei pra perceber qual era o motivo da distância e o objetivo da presença...
Demorei pra aceitar que estava tudo diferente e às vezes isso era ruim, mas era a única forma que poderia estar...
Demorei pra enxergar que não basta estar junto pra estar perto;
Demorei pra aceitar que tudo tem um ciclo, que tudo tem vida útil, que nada é pra sempre, que tudo muda, que nada é definitivo, que nenhum motivo é suficiente quando o coração e a mente não estão mais ligados...

Engraçado que hoje eu refleti em certo momento da tarde sobre cumplicidade e afinidade...
Lembrei da sensação de estar realmente com alguém; de fazer parte da vida da pessoa; de estar em todos os planos; de ser mais do que uma companhia, de ser uma escolha do coração... eu já tive isso...
E eu não sabia pq essa reflexão estava tomando conta do meu pensamento... Parecia um aviso... Ou um castigo!
Por um lado é confortante ter essas lembranças, já ter vivido tudo isso, afinal, acho que a maioria das pessoas não tem essa sorte de  saber que em algum momento a sua vida e a vida de outra pessoa e o destino e todas as outras coisas do mundo inteiro estavam em harmonia entre si ... Acho que aquele foi o momento pra eu guardar pra vida inteira e pra dizer que eu já fui amada, mas passou e nunca mais tive a mesma sensação, nunca mais me senti com aquela harmonia, aliás, nem naquela época eu sentia, pq eu não enxergava como enxergo hoje.

Não posso voltar pra resgatar, pq não há nada pra ser resgatado, mas posso escolher não querer ser ‘força da circunstância’, um descuido do destino, uma escolha mal feita, um remendo pra tentar forçar uma harmonia que não vai existir... a minha história de amor passou, como aquela não vou mais ter outra, e nem quero outra como aquela, mas não quero qualquer coisa que remende uma pseudo história de amor...
Fatos, descuidos, falta de opção, imposição da circunstância... Nada disso faz nascer uma história de amor...
Não adianta dizer que gosta, que ama, que quer ter na vida, que quer construir alguma coisa... 
Uma história de amor de verdade não precisa de argumentos, acontece naturalmente, e eu achava que somando uma coisa ali, dividindo outra, subtraindo as diferenças e multiplicando a vontade, que era suficiente, mas histórias de amor não são receitas de bolo, elas acontecem ou não...
O que temos é uma história de solidariedade e amizade (um pouco mais, mas nem tanto), e só agora eu entendi, ou acho que entendi, pq eu só entendo o que eu sinto e vejo, e é sobre essas coisas que eu falo!
... E entendi também a demora em entender tudo o que se passava, pq eu precisava ser cuidada, pq pela primeira vez eu não tive condições de seguir sozinha...
Então, agora que eu entendi os sinais todos que mostravam qual o teu papel na minha vida, mesmo triste, eu te deixo pra seguir sozinha...
Obrigada por me emprestar tua força, por me dar teu apoio, teu carinho, tua atenção, teus cuidados... Tu já cuidou de mim o bastante, agora eu começo a fazer isso por mim...
Estaremos sempre ligados, mas não estamos mais juntos, pq não faço parte dos teus planos, nem da tua vida, nem da tua realidade... eu era uma espécie de fantasma que tu acolhia pro caminho da luz...
Todas as vezes que eu dizia que iria embora era pra ouvir tu pedindo pra eu ficar, mas na verdade quem pedia pra ficar era eu, tu simplesmente reproduzia o meu desejo... não estou falando por ti, não estou sentindo por ti, não estou dizendo que sei o que se passa contigo... eu simplesmente parei de enxergar o que eu queria, pra ver o que estava acontecendo... talvez tu não entenda isso hoje, pq eu também demorei pra entender, mas lá no fundo, eu sei, tu sabe... que o ciclo está terminando, e que embora estejamos andando na mesma rua e um ao lado do outro, logo vai ter uma esquina e alguém vai seguir em frente enquanto o outro vai tomar outro caminho... que no teu caminho tenham só coisas boas, que no meu caminho tenham muitas alegrias, e que eu não tenha medo e nem tente forçar um novo ciclo, pq todo o meu choro, todo o meu sofrimento é por não aceitar o que de fato é ou por querer o que já passou!

2 comentários:

Makeupneon disse...

adorei o blog e estou a seguir!

Segues de volta por favor? :S

Anônimo disse...

Nem tudo que agente pensa é verdade......