11 janeiro 2013

“... Lá vem o amor nos dilacerar de novo...”

By Google

Estou irremediavelmente apaixonada, eu vi isso ontem...
Ele me dá frio na barriga...
Eu beijo ele de olhos fechados e pés flutuando...
Ele toca no meu pescoço e eu fico arrepiada, e ele não precisa fazer nada... só tocar...
Ele me olha com cara de bobo, meigo, parecendo que quer dizer algo, mas nunca diz, e dá um sorriso e me abraça forte, muito forte...
E eu adoro o abraço dele, e achei que nunca mais iria ficar aconchegada em outro abraço e em outros braços...
Ele me inspira: poesia, leveza, carinho, suspiros... ai ai...
Eu nunca gosto do mesmo jeito que gostei antes... Mas agora é totalmente novo, inédito... Não vou comparar, não existe comparação...
Amo todas as minhas histórias de amor, mas quer saber mesmo?
Estou arrebatadoramente encantada por esta!
E nem tenho conseguido disfarçar, aliás, nem me esforço...
Tá bom, me esforço, mas não consigo disfarçar e me entrego... COMPLETAMENTE...
Tomara que ele não saiba de tudo, e assim... 

Nenhum comentário: