12 março 2013

Fim de ciclo... Fim da estrada... Fim da linha...

Vontade de botar a vida na máquina de lavar e depois deixar tudo no sol, por uns 3 dias...
Os últimos dias foram ótimos e foram péssimos...
Eu descobri que o que eu falo em relação ao que eu sinto é exatamente o que acontece...
E eu descobri que o que eu faço em relação ao que eu sinto É NADA!
E enquanto NADA acontece, eu vou acumulando uma raiva por tudo o que eu não faço, por tudo o que eu desdenho e por todo o desperdício de tudo isso!
Cheguei no limite da minha paciência e tolerância, inclusive comigo mesma... E como não tenho nada a perder, é a hora de colocar as cartas na mesa... Não vou perder nada, e talvez também não ganhe, mas a verdade é sempre algo libertador, e eu me acostumo tanto com coisinhas de mentirinha, historinhas da carochinha, que só lembro que isso me incomoda quando estou no limite...
Eu odeio jogar sempre o mesmo jogo, mas é que ainda ninguém veio me ensinar a jogar outro!
Sou eu que sempre dou as cartas... Sou eu que escolho o jogo e as regras... E ainda assim, nem sempre sou eu que ganho, e normalmente todo mundo perde... Mas diversão sempre tem!
Não volto até que eu tenha feito algo a respeito, e não volto pra falar as mesmas bobagens, e não volto pra me justificar... SÓ VOLTO SE EU ENFIM TIVER FEITO ALGO QUE NECESSITE DE CORAGEM DE VERDADE, MESMO QUE NÃO TENHA BOAS NOTÍCIAS!

Nenhum comentário: