18 junho 2015

Onde mora o medo...

Depois que eu escrevo um texto 'ele fica obsoleto e evapora' e entro em estado de 'ressaca'...

Fico com uma certa ojeriza, começo a achar tudo falso, as expectativas viram tijolos e eu o alvo!
Até eu esgotar o sentimento bom e o ruim que o texto gera fico no limbo. Depois volto ao paraíso do meu lar doce lar, como é bom voltar para algo acolhedor, familiar e seguro!
Eu nunca deveria sair de casa, lá fora é tudo muito perigoso, mas a lua me chama e eu tenho que ir pra rua...
Até que um dia eu encontre algo seguro e confortável entre aqui dentro e a rua, e os meus medos partam para nova morada!

Nenhum comentário: